A Clínica

A CLÍNICA ORTOPÉDICA HÉLIO SARDAS foi fundada em 1981, encontra-se nesta sede desde 1983, iniciando suas atividades nas áreas de ortopedia geral, traumatologia e fisioterapia. Na época, quase tudo era generalista, tanto a Ortopedia, como a Reabilitação. Era assim que atuávamos. As sub especialidades davam seus primeiros passos. A artroscopia era quase somente diagnóstica.

O quadril, com suas próteses, era o “must” da ortopedia. Os materiais de trauma se multiplicaram e se aperfeiçoavam.

A ortopedia explodia cirurgicamente.

A reabilitação era nossa companhia tímida. Mas, constante!

Quem somos? E o que fomos buscar?

Exercemos a ortopedia, em sua forma acadêmica e convencional desde 1976, saídas do exame da SBOT, com fundamentos arraigados e consolidados na Fac. De C. M. Santa Casa de São Paulo.

Éramos todos generalistas.

Eram os primórdios das sub especialidades.

E éramos especialistas na área.

Em torno de 1996, com o evoluir esplendoroso das sub especialidades, na sua evolução tecnológica notamos lacunas, que se acentuavam com o tempo.

A ortopedia tornou-se fragmentada.

O diagnostico segmentar.

Os tratamentos visavam à consequência.

Esqueceu-se em boa parte, a busca casual etiopotogênica.

Penosamente fomos a busca!

Ortopedia Generalista, ela existe ainda?

A primeira constatação do que viemos assistindo é que diagnostico virou …. Rótulo!

Lombalgia ? Tendinites? Lesões de manguíto rotador?

E os porquês?

Nós nos esquecemos de pesquisa-los, lesões esportivas, Sobrecargas, desequilíbrio musculares….

Por quê?

Pacientes idosos, limitados, artroses.

Por quê?

E os tratamentos

Anti-inflamatórios, cada vez mais sofisticados.

Tratamento de dor, cada vez mais sofisticado.

Fisioterapia, analgesia, cinesioterapia, fortalecimento… em todos?

Tudo isso é tratamento para o resto da vida, a nosso ver, inócuo.

Apareceu uma luz há 30/40 anos.

Um autor, Philipe Souchard, fisioterapeuta, Frances, nos trouxe um método!

Só um método!!!

Reeducação Postural Global !

Para nós ortopedistas pura bobagem!

Para os fisioterapeutas, um marco!

Estávamos, todos errados, a meu ver foi uma luz, não solução!

Mas com resultados!

Muito melhor ao nível de reabilitação do que tínhamos até então!

Por quê?

Porque, nos devolveu, a meu ver, a oportunidade de enxergamos o individuo como um todo, não oniricamente ou holisticamente como quiseram.

Em ortopedia, isso não existe, somos técnicos.

RPG, é método, não conceito, fisioterapia é complemento, não é medicina.

Corpo é conjunto, não é fragmento.

O conceito desta visão global corporal é baseado em conceitos definidos por autores antigos.

CADEIAS MUSCULARES
MEZIERE, 1947
GODELIEVE DENNIS STRUFF, 1965

O resto é adaptação

Inteligente mas adaptação.

Incluso o que viemos a fazer!

Uns fizeram na reabilitação, nós na ortopedia.

São Absolutamente dependentes.

No entendimento, nós médicos.

Na execução, os fisioterapeutas.

MAS… A CONDUÇÃO DO TRATAMENTO É SEMPRE MÉDICO!!!

Nossas instalações: